domingo, 31 de maio de 2015

AFINAL, QUAL A DIFERENÇA ENTRE PAIXÃO E AMOR?



Eu em? Este texto parece que fui eu quem escrevi, as minhas palavras estão ali digitadas, leram os meus pensamentos...


Esperar que o amor aconteça e traga com ele sensações novas, frenesi e a resolução de  todos os conflitos psíquicos é algo equivocado.
O amor não é inquietude. O amor é paz, serenidade, aconchego e segurança. Acontece que muitas pessoas esperam do amor as mesmas sensações experimentadas no início da relação amorosa, na paixão.
Flavio Gikovate que me perdoe mas a inspiração em suas palavras é que norteia esse meu texto. Sem dúvida compartilho da ideia de que apesar de intrinsecamente ligados, a paixão acaba quando o amor acontece.
O amor é aconchego, é estar em paz com essa outra pessoa que lhe dá bem estar. Uma amizade muito profunda, admiração intelectual e afinidades no sexo, isso é amor.
A paixão não. A paixão quando acontece tem em si dois sentimentos salutares: encantamento e medo. É um estado passageiro em que o pensamento do apaixonado é apenas o alvo da sua paixão, há uma sensação de conflito, aflição e o ser apaixonado vive tomado, o tempo todo, por essa sensação de uma eminente tragédia, dorme mal, come mal, preso à essa história como algo que rege a sua vida. A tensão de perder o ser por quem nutre essa paixão lhe faz tremer, esse é o seu medo.
Acontece que com o tempo o medo diminui, não o amor. E esse é o erro mais comum. As pessoas acham que porque não há mais esse conflito interno, essa forte emoção motivada pela paixão, o amor acaba.
Mas é aí que tem início o amor. Quando a sensação de paz, serenidade, aconchego, quando ela acontece, se está mais próximo do amor.
As pessoas que apreciam essas altas tensões, essas emoções fortes em relacionamentos, se envolvem em brigas e conflitos com o parceiro.
Na briga aparecerá a tensão do rompimento, a tristeza da perda, a dor da ruptura premente, novas emoções estão formadas. E depois há uma reconciliação e então cria-se toda a atmosfera de paixão novamente, para que cessado esse momento uma nova briga seja reinventada, para que o amor seja uma aventura emocionante.
Mas na verdade o amor não é intenso, o amor não é nada disso. O amor é um estado da alma, tranquilo, sereno, seguro. Do amor podemos esperar aconchego.
Um casal que gosta de aventuras deve se preparar para isso. A aventura não estará no relacionamento, mas sim no que fazem com o relacionamento – como diz Gikovate. Um casal aventureiro deve viajar, pular de asa delta, frequentar trilhas, ir à shows, fazer novas amizades, enfim movimentar a vida a dois.
O casal deve deixar que as aventuras, os conflitos e os desafios estejam reservados para a vida profissional de cada um. A atividade no trabalho envolve esse tipo de emoção, onde a pessoa pode vencer em um dia e perder no outro.
As relações amorosas podem ser comparadas com a tensão e a disputa que podem ocorrer nas relações de trabalho.  Assim como se comparado com o início do relacionamento, com as histórias da paixão, o amor pode parecer algo tedioso, meio devagar, meio pacato, acomodado, ou “chato” – como prefere chamar Gikovate. Até porque sexualmente o entusiasmo tende a diminuir, a intimidade vai ganhando campo, não é mais necessário tanto esforço para agradar, um já conhece o corpo do outro, na medida em que a relação se estabiliza o desejo diminui, pois não há o desafio da conquista e isso deve trazer uma sensação de paz.
Essa sensação de paz não deve ser entediante, porque o amor não é chato, e sim algumas pessoas são entediantes.
Pessoas entediantes, chatas, monótonas, são aquelas que não se reciclam, que não se relacionam, não estudam, não lêem, não escutam música. São aquelas que sempre têm um repertório próprio, adoram falar da vida dos outros pois a vida própria não tem nada para ser contado. São pessoas que freqüentam sempre os mesmos lugares, ouvem as mesmas musiquinhas e, obviamente, conviver com uma pessoa que não se reiventa, que não se recicla, que não se enfrenta, acaba transformando a relação em algo chato.
Mas o amor não é chato. Ele é paz, é harmonia, num clima ótimo onde existe o poder de se reabastecer de energia. É uma relação rica do ponto de vista intelectual, também é rica do ponto de vista sexual, apesar de não ter aquela intensidade dos primeiros tempos.
O amor é, principalmente, uma relação de troca, onde  os parceiros crescem e ao crescerem se tornam fortes, mais seguros e podem desenvolver melhor suas outras atividades da vida na qual se dedicam.
As pessoas devem esperar do amor aquilo que ele pode oferecer ao invés de esperar do amor aventuras mirabolantes, pois aí se decepcionam e passam a ter somente essas aventuras efêmeras, fúteis e superficiais.
Um pouco disso é culpa dos romances e das novelas, em que a tensão é curtida com o fatídico “foram felizes para sempre”. Essa paz e harmonia os filmes não mostram, as novelas desprezam. História de amor bem sucedido e feliz não dá ibope, não dá história alguma.

Fonte: Escrito por Nathalia Paccola via nathaliapaccola
http://thesecret.tv.br/2015/03/afinal-qual-a-diferenca-entre-paixao-e-amor/

sábado, 30 de maio de 2015

Afirmações positivas contra a Depressão.



Hoje me senti assim, fora de mim, com tantas coisas pequenas a me aborrecer e grandes o suficiente para incomodarem, gigantescas, como o fato de sair da cama mancando pelo fato dos pés estarem enrijecidos,inchados, dificultando a caminhada. Com mais alguns toques de coisinhas chatas e coisonas , o emocional abala, as dores aumentam. Enfim, cheguei a me perguntar a Deus porque Ele me permite ainda viver. No momento a única, lógica e forte resposta é por minha filha, que sei que Ele mandou para mim, sobrevivendo a um parto delicado, para manter-me viva e com uma centelha de motivo para lutar pela qualidade de vida. Enfim, vi uma oração para pessoas com depressão, retirei alguns trechos ao qual achei interessante. Que Deus me guarde e nos guarde.



Que Jesus Cristo cure e dê sentido à vida de tantas pessoas,
cuja existência às vezes está deteriorada.
Que os familiares dos que sofrem com a depressão
ajudem no processo de cura, nunca os considerando
farsantes da enfermidade com interesses de comodidade,
mas os valorizem, escutem, compreendam e os animem.
Que seu olhar nos acaricie, e nos convença que
Deus nos ama e nunca nos abandona,
e a sua ternura renove em nós a autoestima,
a confiança nas próprias capacidades,
o interesse pelo futuro e o desejo de viver feliz.

Amém
The Secret

sexta-feira, 29 de maio de 2015

16 sinais de que você é uma pessoa extremamente sensível



Aproveitando o tema abordado anteriormente, esta coisa de ser sensível é uma linha tênue também entre a loucura e a lucidez. Mas como sabemos: de perto ninguém é normal e de médico e louco todo muito tem um pouco. Sou sensível ao extremo e, mais uma vez me identifico neste texto que apresenta dezesseis sinais de sensibilidade. Acho interessante estes textos de 16 sinais, 10 motivos,5 razões,12 maneiras, numerais fechados absolutamente, nenhuma dízima,( risos), deixa quieto...


Você percebe que reflete sobre as coisas mais do que outras pessoas? Que se preocupa com o que os outros estão sentindo? Você prefere ambientes mais quietos e menos caóticos?
Se essas coisas parecem lhe descrever, talvez você seja uma pessoa extremamente sensível. Esse traço de personalidade – que foi pesquisado a princípio por Elaine N. Aron, Ph.D. no começo da década de 90 -é bastante comum, sendo que até uma em cada cinco pessoas possui essa característica. Aron, que já escreveu vários livros e estudos sobre a sensibilidade aguçada, incluindo o livro “Use a Sensibilidade a Seu Favor”, desenvolveu uma autoavaliação (em inglês aqui) para ajudar as pessoas a descobrirem se são altamente sensíveis.
Ainda que o recente interesse na introversão – impulsionado em grande parte por publicações bastante divulgadas sobre o assunto, incluindo o livro “O Poder dos Quietos” por Susan Cain – tem resultado em uma maior consciência dos traços de personalidade que valorizam menos estímulo e maior sensibilidade, Aron destaca que pessoas com alto grau de sensibilidade ainda são consideradas como uma “minoria”.
Mas ser “minoria” não é algo ruim – na verdade, ser altamente sensível implica em possuir várias características positivas. Veja aqui algumas das características das pessoas extremamente sensíveis.

1. Elas sentem as coisas de forma mais profunda. Uma característica que distingue as pessoas altamente sensíveis é a habilidade de sentirem mais profundamente as coisas do que seus pares menos sensíveis. “Elas gostam de processar as coisas profundamente”, disse Ted Zeff, Ph.D., autor do livro "The Highly Sensitive Person's Survival Guide" (O Guia de Sobrevivência da Pessoa Altamente Sensível) e de outros livros sobre pessoas sensíveis, em entrevista ao HuffPost. "Elas são muito intuitivas e mergulham fundo em si mesmas para entender as coisas”.
2. Elas têm reações mais emotivas.
Pessoas com alto grau de sensibilidade reagem de forma mais intensa às situações.
Por exemplo, elas demonstrarão mais empatia e sentirão maior preocupação com os problemas de um amigo, afirma Aron. Elas também podem ficar mais preocupadas sobre como outra pessoa irá reagir ao enfrentar um acontecimento negativo.

3. Elas provavelmente estão acostumadas a ouvir as frases "Não encare isso de forma tão pessoal" e "Por que você é tão sensível?"
Dependo da cultura, a sensibilidade pode ser percebida como uma vantagem ou como uma característica negativa, explica Zeff. Em algumas de suas próprias pesquisas, Zeff afirma que homens extremamente sensíveis de outros países– por exemplo, Tailândia e Índia – raramente ou nunca eram alvos de brincadeiras, enquanto os homens altamente sensíveis da América do Norte que ele entrevistou eram frequentemente ou sempre zombados. “Então é algo bastante ligado à cultura – a mesma pessoa que ouve ‘Ah, você é sensível demais’ em certas culturas, poderia ser vista de forma positiva em outra”, ele diz.
4. Elas preferem fazer exercícios sozinhas. 
exercicio sozinha
Pessoas extremamente sensíveis tendem a evitar esportes em grupo, onde existe a sensação de que todos estão observando cada movimento que elas fazem, diz Zeff. Em suas pesquisas, a maioria das pessoas altamente sensíveis entrevistadas por ele preferiam praticar esportes individuais, como o ciclismo, corrida e trilha, ao invés de esportes coletivos. No entanto, essa regra não vale para todos – existem algumas cujos pais criaram um ambiente de compreensão e apoio de forma que tornou a participação em esportes coletivos mais fácil para elas, afirma Zeff.
5. Elas demoram mais a tomar decisões.
Pessoas altamente sensíveis possuem uma percepção maior das sutilezas e detalhes que poderiam dificultar a tomada de decisões, diz Aron. Ainda que não haja uma decisão “certa” ou “errada”— por exemplo, é impossível escolher um sabor “errado” de sorvete – mesmo assim pessoas altamente sensíveis tendem a demorar mais para escolher, pois estão pesando cada resultado possível. O que Aron aconselha para lidar com isso: “Leve o tempo que a situação permitir para escolher e peça mais tempo se precisar e estiver disponível”, ela escreveu em uma edição recente da sua newsletter chama Comfort Zone. "Durante esse período, tente imaginar por um minuto, hora, dia ou mesmo semana, que você tomou certa decisão. Como se sente com isso? Muitas vezes, depois de tomarmos uma decisão temos uma visão diferente e esse exercício lhe permite imaginar de forma mais real que você já está na situação”. Uma exceção: Uma vez que uma pessoa muito sensível chega à conclusão de qual é a decisão certa e qual é a errada a tomar em uma determinada situação, ele ou ela conseguirá tomar a decisão “certa” mais rapidamente no futuro.
6. Por outro lado, elas ficam mais chateadas se tomam uma decisão “ruim” ou “errada”. 
Você já conhece aquela sensação incômoda quando se dá conta de que tomou uma decisão ruim. Para pessoas altamente sensíveis, “essa sensação é ampliada devido à reação emocional exacerbada”, explica Aron.
7. Elas são extremamente detalhistas.
detalhista
Pessoas extremamente sensíveis são as primeiras a perceber os detalhes em um ambiente, os sapatos novos que você está usando ou uma mudança no clima.
8. Nem toda pessoa altamente sensível é introvertida. Na verdade, aproximadamente 30% das pessoas altamente sensíveis são extrovertidas, de acordo com Aron. Ela explica que, muitas vezes, pessoas sensíveis que também são extrovertidas foram criadas em uma comunidade onde as pessoas eram próximas, seja um bairro, uma cidade pequena - o que lhes proporcionava interação com muitas pessoas.
9. Elas trabalham bem em equipe.
As pessoas muito sensíveis são ótimas profissionais e trabalham bem em equipes devido ao seu pensamento profundo, diz Aron. Porém, talvez se encaixem melhor desempenhando funções em equipes onde elas não tenham que tomar a decisão final. Por exemplo, se uma pessoa altamente sensível faz parte de uma equipe médica, ele ou ela contribuiria muito na análise dos prós e contras de uma cirurgia para o paciente, enquanto outro profissional tomaria a decisão final sobre a realização ou não da cirurgia no paciente.
10. Elas estão mais propensas à ansiedade ou depressão (mas só se tiveram muitas experiências negativas no passado). "Se você teve várias experiências ruins, especialmente no começo da vida, você não se sente seguro no mundo ou em casa ou na escola. O seu sistema nervoso está sempre no modo ‘ansioso’”, explica Aron. Mas isso não significa que todas as pessoas altamente sensíveis continuarão sendo ansiosas – e na verdade, ter um ambiente de apoio pode ajudar bastante a prevenir isso. Pais de crianças muito sensíveis precisam ter uma consciência maior “de que ela são fantásticas, mas precisam ser tratadas da maneira correta”, diz Aron. “Você não pode protegê-las demais e nem de menos. Você precisa achar o ponto certo, quando elas são pequenas, para que possam sentir confiança e lidar bem com isso”.
11. Aquele som irritante provavelmente irrita muito mais uma pessoa altamente sensível. Ainda que praticamente ninguém goste de ruídos irritantes, em geral, pessoas extremamente sensíveis têm maior sensibilidade ao caos e ao barulho. Isso acontece por elas ficarem mais facilmente sobrecarregadas e excessivamente estimuladas com muita atividade, afirma Aron.
12. Filmes violentos são os piores. Devido ao alto nível de empatia e à facilidade de ficarem excessivamente estimuladas, talvez filmes violentos ou de terror não sejam a melhor pedida para pessoas altamente sensíveis, diz Aron.
13. Elas choram com mais facilidade.
chorar
E por isso é importante que pessoas muito sensíveis não se exponham a situações em que sentirão vergonha ou onde não é ‘permitido’ chorar facilmente, diz Zeff. Se amigos e familiares entendem que a pessoas é simplesmente assim – que ela chora facilmente – e apoiam essa forma da pessoa expressar-se, então “chorar com facilidade” não será uma coisa vergonhosa.

14. Elas são extremamente bem-educadas. Pessoas altamente sensíveis também são pessoas altamente conscientes, diz Aron. Por isso, elas provavelmente são atenciosas e agem de maneira educada – e também estão mais propensas a perceber quando alguém não tem consideração pelos outros. Por exemplo, pessoas muito sensíveis podem ter consciência maior de onde deixam o carrinho parado no supermercado – não por medo de alguém passar e pegar algum produto, mas para evitar serem mal-educadas e deixar o carrinho atrapalhar a passagem de outra pessoa.

15. Os efeitos das críticas são ainda maiores para pessoas extremamente sensíveis. Elas reagem de forma mais intensa às críticas do que as pessoas menos sensíveis. Como resultado disso, elas podem usar certas táticas para evitar tais críticas, talvez tentando sempre agradar às pessoas (para que não haja o que criticar), criticando a si mesmas primeiro ou evitando totalmente a origem das críticas, de acordo com Aron.
"As pessoas podem falar coisas negativas e uma pessoa que não é altamente sensível pode responder dizendo ‘E daí?’ e isso não lhes afeta”, diz Zeff. “Mas uma pessoa altamente sensível sentiria aquilo de forma muito mais profunda”.
16. Cubículo = bom. Escritório amplo = ruim. 
escritorio pequeno
Da mesma forma que pessoas altamente sensíveis gostam de fazer exercícios sozinhas, elas também preferem ambientes em que trabalham a sós. Zeff diz que muitas pessoas extremamente sensíveis gostam de trabalhar em casa ou serem autônomas, porque podem controlar a quantidade de estímulos no ambiente de trabalho. Para as pessoas que não podem se dar ao luxo de ter horário (e ambiente) flexível, Zeff observa que costuma ser mais vantajoso trabalhar em um cubículo – onde terão mais privacidade e menos barulho – do que em um escritório com layout mais aberto.
Fonte: http://www.brasilpost.com.br/2014/03/17/habitos-pessoa-sensivel_n_4980174.html

Você se apega a detalhes?




Ouvi esta frase como uma afirmativa hoje, por parte de um vizinho quando estávamos conversando sobre questões religiosas.Já ouvi isto por demais. Sou questionadora sim, e um perigo para qualquer grupo que não permite ser contrariado. Na época da escravidão: #partiuquilombo ou no tronco até morrer pra largar de ser besta! Perguntei para ele, após o mesmo me passar as suas doutrinas religiosas e defendê-las com convicção e tentar me convencer e, eu por ser uma pessoa que por muito tempo me dediquei também ao estudo da Bíblia, baseado em uma crença específica e doutrinas:  Onde  saberei a linha tênue entre a interpretação Bíblica particular, baseado no meu ponto de visão, doutrinado no que eu quero acreditar, e a do outro baseado também em seu ponto de visão , da mesma forma doutrinado em bases que ele defende como verdade? Pergunta que incomoda. Na verdade, assim se criam, guetos, facções, religiões, partidos políticos, ideologias em geral. Mas a pergunta que não quer calar: Para onde ir? Pedro perguntou isto à Cristo: Para onde ir Senhor, se Tu tens declaração de vida? Pedro acreditava piamente nas palavras de Cristo. Pelo que li , nas cópias bíblicas que a mim chegaram, Cristo foi a epítome da perfeição humana. Mas ele só não dizia, ele vivenciava. Detalhes, sim como canta Roberto Carlos, " Detalhes tão pequenos de nós dois, são coisas muito grandes pra esquecer..."Como não se apegar a detalhes? São eles que constroem ou destroem uma relação. São os detalhes que fazem uma casa, prédio, edifício ou qualquer construção subir com firmeza e, quando não são considerados,ocorre, como vemos, grandes tragédias, rachaduras nos tetos, porque a base não foi construída corretamente, erros primários de cálculos. Será que esta coisa de deixar para lá e não se apegar a detalhes serve mesmo para tudo? Um religioso te trata bem porque é da índole dele, porque ele respeita o próximo ou porque ele quer "ganhar" mais uma alma pra Cristo? No caso do vendedor, isto está explícito. No caso do religioso, com a sua doutrinação a sua fé incondicional, quase fanatismo, talvez não perceba que a sua atitude esteja sendo conduzida por um interesse de encher a sua igreja. Isto é ruim? Depende do ponto de vista de cada um? Eu por exemplo, não quero ser mais uma unidade pra dezena, não quero ser gado para abate, nem fazer parte de massa alguma. Ainda que seja religiosa. Cheguei a um ponto da minha vida que os detalhes pequenos se tornaram muito grandes para mim. Me preocupo sim com a criação da minha filha, de como conduzi-la neste mundo pérfido, por outro lado, não quero criá-la como escrava do medo. A liberdade das escolhas é algo maravilhoso. Não porque uma pessoa leu em seu livro sagrado que fumar, usar drogas, beber, etc, seria errado, mas que ela saiba pelas suas escolhas livres, sem interferências, que caminho lhe trará mais alegria. Morremos a cada dia , quando nos permitimos fechar os olhos aos detalhes e seguir em frente. Sou detalhista em tudo que se refere a minha vida, com relação a vida dos outros e às sua vivências pouco me interessam, a menos que elas se coloquem perante a mim como exemplos, desta forma utilizo uma lupa e não deixo nada escapar aos meus olhos.

sábado, 23 de maio de 2015

Vontade de sumir, criar asas voar...



Esta é a minha vontade latente. Desejo de ir embora, largar tudo, conhecer novas pessoas, novas culturas. Novos rumos. Ainda tenho uma filha que depende de mim e o seu emocional precisa ainda ser trabalhado. Mas desejo muito do fundo do coração,voar cada vez mais alto em todos os sentidos. Ter uma  renda livre de rotina, de amarras que me obrigue a seguir um padrão ou ritmo. Se esses for um dos pedidos ouvido aos céus, que seja atendido o mais breve possível. Cansei da mesmice há muito tempo. Nunca desejei estar e permanecer com as mesmas atitudes, pessoas, sou um pouco metamorfose ambulante. Rotina me adoece, sinto um pássaro com asas cortadas. Cada dia quero reinventar a minha história, porque até ela já está fatigada da mesmice. Preciso de mudanças já! Refrescar o meu coração, refrigerar o meu cérebro. Assim como mudam-se as estações, quero mudanças. Que sejam boas, novas e me levem a destinos maravilhosos. Sou senhora da minha história, dona de mim. Que venham!Que minhas asas cresçam o mais rápido possível , para que estejam fortes o suficiente a fim de que o meu voo seja alto, contemplando bem a paisagem e,  longo o suficiente para trazer em mim as mudanças que tanto desejo.Que assim seja!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Sobre as escolhas...



"A liberdade é relativa, variando conforme as pretensões, porque não existe a liberdade absoluta. Quando se faz uma escolha entre duas situações, a que não foi escolhida ou se perde ou fica em segundo plano. Logo, o exercício da liberdade já envolve uma perda. Cuide das suas escolhas! "



"O sacrifício de um ser humano não pode estar baseado no comportamento folgado de outro. A folga de um não pode sufocar o outro! E você.. é o sufocado ou o folgado? ‪#‎parapensar‬ "


Içami Tiba


De repente, a vida nos "convida" para fazermos escolhas. Um convite quase forçado, onde ficar em cima do muro para nada levará. Daí precismos nos libertar de certas "correntes" que nos aprisionam. Medos, incertezas, culpas, a fim de tomar decisões, sabendo que todas estas nos levarão à consequências. Mas, como saber o fim do caminho? Como saber para que lado a estrada chegará? Como poder apreciar as paisagens no caminho , se tenho medo de ir à frente? Certas decisões são tão necessárias que quase gritam em nossos ouvidos e, por mais que tentemos resistir, poderemos criar limo, apodrecer emocional e mentalmente. Viver carregado de rancor, com o Eu machucado, angustiado por não ter seguido a sua voz interior. É...viver é fazer escolhas. A vida nos obriga a sair de cima do muro e conforme cita o autor Augusto Cury : ' Tornarmos-nos participantes do teatro da vida."

Iracema Correia 

quarta-feira, 20 de maio de 2015

10 RAZÕES QUE MOSTRAM QUE PESSOAS QUE LEEM MUITO TÊM MAIS CHANCES DE SER BEM SUCEDIDAS -

10 RAZÕES QUE MOSTRAM QUE PESSOAS QUE LEEM MUITO TÊM MAIS CHANCES DE SER BEM SUCEDIDAS -

A LEI DA ATRAÇÃO PARA CADA SIGNO:



Amei, achei perfeito e nada tendencioso. De fato, estas afirmações positivas são extremamente necessárias para cada personalidade e principalmente, de forma peculiar, para pessoas que possuem certas características. Embora saibamos que cada ser é uno, ainda assim, possuímos traços de comportamento semelhantes, de acordo com os trânsitos astrológicos, na época do nosso nascimento.Sim, acredito após muitos estudos, na ciência astrológica e , assim como muitas ciências demoraram tempos para serem reconhecidas, a exemplo da Psicologia, acredito que a Astrologia um dia passará pelos Métodos Científicos exigidos. Afinal, para entendê-la, é necessária também paciência e uma boa dose de raciocínio lógico.

Iracema Correia


A lei da atração pode ser usada em qualquer área de nossas vidas, desde as situações, vibrações, sentimentos até as emoções mais fortes e os outros assuntos quem nos atingem diretamente, como os signos, por exemplo, que apesar de serem uma ajuda em parte de nossa personalidade, não é de total impacto, já que cada um é único e vê as coisas a sua própria maneira.
Mas mesmo assim, por conta dessa “parte” que nos liga ao nosso signo, somos expostos a defeitos e a qualidades, e nada melhor que a lei da atração para nos ajudar a controlar esses “defeitos”, dando espaço para ainda mais qualidades.

Áries

Para os arianos o ideal seria atrair paz, calma e tranqüilidade, coisa que os nativos desse signo não têm muito. Mentalizações como “Sou um ser puramente de paz”, “Sou calmo como as águas de uma fonte bela”, ou até “Meus pensamentos giram em torno da união de sentimentos bons”, Podem ajudar nesse processo rumo à passividade. Evitar pensamentos que tragam raiva e ansiedade é essencial.

Touro

Para quem é de Touro, vibrar ao universo o desapego é o melhor. Pessoas de Touro são orgulhosas, teimosas e vaidosas da maneira negativa, são extremamente ciumentas e consumistas. Mentalizações como “Deixar livre para ser livre”, “Mudar de opinião e atitude sempre é bom” e “Meu corpo é parte da minha mente” ajuda a fazê-los se concentrar nas coisas como elas são, verdadeiramente, e não ficar criando expectativas nisso e naquilo, sem fundamentos. Evitar pensamentos de posse e de vaidade exagerada, principalmente de compras de roupas e acessórios caríssimos, pode ser muito bom.

Gêmeos

Para os Geminianos, atrair harmonia é mais do que preciso. As pessoas se Gêmeos são muito inteligentes, e graças a isso, têm o dom para fazer de tudo um pouco. E é nessa parte que as coisas começam a dar errado, pois tentam fazer tudo de uma vez, mas acabam não conseguindo; ficando cada vez mais ansiosos/as e nervosos/as com a situação. Mentalizações como “Tudo tem seu tempo”, “Não preciso fazer tudo agora” e “as coisas se resolverão” ajudará a equilibrar a mente, logo, a equilibrar o corpo.  Evitar pensamentos de incapacidade é a chave.

Câncer

Para os de Câncer, a lei da atração deve ser focalizada no presente e no amor próprio, pois os Cancerianos são muito apegados às pessoas e ao passado, esquecendo muitas vezes delas mesmas, para cuidar de alguém e até deixar de viver o momento para ficar relembrando do passado. Mentalizações como “Eu me amo mais que tudo”, “As pessoas vivem bem cuidado delas mesmas” e “sou capaz de aproveitar cada momento como se fosse único” é uma boa pedida. Evitar pensamentos nostálgicos e de conformismo sempre é uma coisa boa. Não que relembrar de coisas passadas que foram importantes para nós não seja algo bom, mas sem exagerar.

Leão

Para os leoninos/as vibrar desapego e liberdade é crucial. Pessoas de leão parecem ser pessoas frias por serem muito vaidosas, mas, isso não é verdade. Quem é de leão se importa sim com os outros, mesmo que não tão explicitamente. E por esse amor ao próximo juntamente com a vontade de protegê-los, muitas vezes acabam se tornando dominadores extremos, odiando ser contrariados. Mentalizações como “Todos são, como são”, “posso viver de igual para igual” e “Nem tudo tem que ser como eu quero” pode ser bem relaxante. Evitar pensamentos de isolamento, como achar que pode fazer tudo sozinho/a, é muito importante.

Virgem

Para quem é de Virgem, vibrar descontração é revigorante. As pessoas do signo de virgem são muito perfeccionistas e criticas, seja com elas mesmas ou com as outras pessoas, e por conta disso, acabam se contraindo num mundo fictício de paranoia e implicância, sempre querendo alinhar todo mundo em uma fileira de perfeição, onde nada pode estar fora do lugar. Mentalizações como “Ninguém é perfeito, todos têm seu tempo para evoluir”, “Nem tudo é da mesma forma” e “As coisas têm que mudar, e isso é bom” é acolhedor para um Virginiano/a. Evitar pensamentos de conspirações negativas e de que tudo tem que estar perfeito, é sempre positivo.

Libra

Para os librianos a lei da atração tem que girar em torno das escolhas. Pessoas de libra têm o costume de querer tudo em harmonia, evitando escolher um lado de alguma coisa na intenção de evitar brigas e desconfortos, e até mesmo de escolherem algo e depois se arrependerem.  Mentalizações como “A vida é cheia de escolhas, se caso erro hoje tento amanhã novamente”, “Não preciso agradar a todos” e “Só tenho que agradar a mim” é tranquilizador. Evitar pensamentos de duvida, sempre optando por uma coisa ou outra, lembrando que tudo tem conseqüência, e se não for a esperada pelo momento, sempre há um novo dia.

Escorpião

Para os de Escorpião, vibrar autocontrole é mais que necessidade.  Os Escorpianos/as são muito intensos como os arianos, mas com a diferença do ódio. Arianos ficam com raiva facilmente, mas logo isso passa, já os escorpianos não, eles guardam o rancor por anos, até para sempre,  tornando-se muitas vezes vingativos. Mentalizações como “Também sou amado, sou capaz disso”, “Eu perdoo com tamanha facilidade que mal percebo” e “Sou confiante em mim, sei que posso” é libertador. Evitar pensamentos vingativos e destrutivos, lembrar-se que todo mundo erra.

Sagitário

Para os sagitarianos a lei da atração deve ser baseada no raciocínio. As pessoas de Sagitário são empolgadas por natureza, criando expectativas em pessoas e em coisas que podem não ser aquilo que realmente queriam, esquecendo de comparar o que pode acontecer, pois nada é totalmente bom ou ruim, sempre tendo ambas as conseqüências.  Mentalizações como “A calma me rodeia”, “Tenho todo tempo para o que quero, não preciso fazer tudo agora” e “Nem tudo é diversão, também existe as coisas serias” é gratificante. Evitar pensamentos de devoção a algo, sempre sabendo que tudo deve ser analisado pelo menos um pouco.

Capricórnio

Para os Capricornianos/as vibrar novidade é de suma importância. Os/as de capricórnio são muito apegados ao passado, não como os Cancerianos, mas sim no quesito tradição. Eles/as tendem a guiar as coisas como sempre foram, planejando metas para o futuro e esquecendo do passado, nunca tentando inovar em nada, apenas querendo fazer o que já foi feito. Mentalizações como “Inovar faz bem”, “As coisas têm que mudar, pois tudo muda” e “Temos que evoluir com o mundo” podem trazer grandes riquezas. Evitar pensamentos críticos com coisas novas e sempre lutar para se auto-superar.

Aquário

Para as pessoas de Aquário, focar-se em grupos pequenos e em privacidade é o ideal. Pessoas desse signo são muito criativas, sendo capazes de se adequar em vários tipos de grupos, mas com isso acabam afastando os amigos verdadeiros e quem realmente se importa com elas, pois sempre há alguém necessitado de ajuda, e por estarem ocupadas com muitas pessoas, não conseguem se dedicar a quem merece. Mentalizações como “Melhor qualidade que quantidade”, “Sou capaz de me dedicar 100% a alguém” e “Não precisam gostar de tudo que eu gosto para fazer parte da minha vida” sáo infalíveis para uma vida melhor. Evitar pensamentos de coletividade excessiva, lembrar que todos têm uma vida própria.

Peixes

Para os piscianos/as a lei da atração se encaixa perfeitamente no ato de vibrar amor próprio. As pessoas de Peixes são muito amorosas, e por isso, acabam amando demais as outras pessoas, esquecendo delas mesmas, e quando esse amor não é correspondido, acabam se tornando dramáticos, sentimentais e melancólicos. Mentalizações como “Não há nada melhor que me amar primeiro”, “Quem não me faz sorrir, não merece me ver sofrer” e “Cometer injustiças por suposições não é certo” são libertadoras. Evitar pensamentos melancólicos. Também não se deixar levar por vícios, pois muitos dos piscianos/as acabam entrando nesse mundo para se sentir melhores.
______
http://thesecret.tv.br/2015/05/a-lei-da-atracao-para-cada-signo/

segunda-feira, 18 de maio de 2015

FIBROMIALGIA: DADA A LARGADA PARA O TRATAMENTO...



Segundo a Reumatologista que me trata, os exames não apontam para Artrite Reumatoide, embora o VSH ( sempre confundo com VHS,rsrs) , tenha dado alterado. Diante da minha ignorância e conhecimento da doença e pesquisa feita no Google, a Fibromialgia não altera o VSH, o meu estando em 44mm, sendo o valor de referência de 10mm a 20mm para as mulheres, assim vi no Google e no papel do laboratório. Mas para a médica, não há indicação de que o mesmo esteja tão alterado e indicador de Artrite reumatoide. Lembro-me aos treze anos que meu pescoço paralisou , meus punhos doíam muito e antigamente falavam da dor do crescimento. Mas, segundo o Ortopedista eu estava com Artrite Reumatoide, e me receitou quarenta AAS e oito Benzetacil ( curuzes!!!! Haja nádegas, eu era tão seca na época, que acho que deram também na sandália havaiana!). Isso direto do túnel do tempo , há mais ou menos 27 anos atrás. Esse médico até já faleceu. Tive de novo crises e pés inchados e pernas e tudo, Voltaren pra dentro. Operei joelho pois a patela ( rótula) estava rachada e segundo o médico, ele lixou e virou o lado. Tenho uma inveja, inveja branca,quando vejo aquelas mulheres com sapato alto tipo agulha, ah vontade! Já usei muito salto alto, mas os pés sempre pulam para fora de tão inchados, a lombar dói e no outro dia a beleza se transforma em tortura. Descobri uns sapatos da marca Sapatoterapia ( vou cobrar o merchan) , que apesar de altos, são tão leves e confortáveis, uso, mas nem todos me concedem este conforto todo. São extremamente caros, mas vale a pena e como sou rata de promoções, consigo bons achados. Uma simples bota maravilhosa da Dzarm, para mim é uma tortura usar. A minha alegria são meus 1,70 de altura que me permitem ficar elegante sem meus saltos. Se bem que elegância nem sempre tem a haver com altura. Elegância é um estado de espírito. Quero ver na TPM alguma mulher de salto manter a elegância. A vontade é de pegar o salto e violentamente mesmo ,jogar na cara do primeiro que der bom dia...pelo menos eu sou assim.Enfim, a médica me receitou Dorene do laboratório Ache , (Axé para vocês também).É lançamento e entre as sua queridas reações, lá nas reações comuns está a delícia do AUMENTO DE PESO. O SER HUMANO JÁ VEM LUTANDO COM DOR E AINDA COM A BALANÇA?.Segundo a doutora, não há relatos de que o mesmo cause aumento de peso e eu toda contente de boa, leio o jornal Bula e vejo lá, eu fuço a Bula, tá lá bem bonitinho. Af! A guerra vai ser feia eu e ele. Mas como tô tomando O Puram T4 com 50 MCG , diz a médica que este ajuda a emagrecer, pois a linda da Tireoide resolveu se manifestar também e parar de trabalhar com proatividade de novo. Vou começar a terceirizar meu órgãos. Esta estabilidade está deixando eles muito exigentes ( já que a moda agora é terceirização). Enfim, tem horas que penso: Velho , tô com quarenta anos, quarenta e um, daqui há exatos sessenta e oito dias, quando eu chegar nos oitenta ( SE CHEGAR NEH, ASSIM DEUS ME CONCEDA), Vou estar como meu Deus? Me inspiro muito na Suzana Vieira, que mulher, que autoestima , que namorado, ulalá! Com esta cabeça que tenho,mesmo que a "chaparia" esteja enferrujada, o motor vai estar "tinino" e a parte elétrica pegando fogo!! Mamamia! Enfim, tô nesta pegada que me pegou. A FIBROMIALGIA, me readaptando para viver com dignidade, alegria, apesar das dores , muita oração e ...viver um dia de cada vez. Afinal, basta a cada dia o seu próprio mal.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

QUE ESCOLA É ESSA? QUAL O NOME?



Brasil: vítima de racismo em escola, menina é obrigada a pedir desculpas aos agressores

Lorena, de 12 anos, e a mãe Camila. (Foto: Facebook/Imagem utilizada com permissão)

Fonte:http://pt.globalvoicesonline.org/2015/05/06/brasil-vitima-de-racismo-em-escola-menina-e-obrigada-a-pedir-desculpas-aos-agressores/

“SUA PRETA, TESTA DE BATE BIFE DO CARA******!”
“EU SOU RACISTA MESMO, QUANDO EU QUERO SER RACISTA EU SOU RACISTA, ENTENDEU?”
“TODA VEZ QUE EU ENCONTRAR ELA NA MINHA FRENTE EU VOU ZUAR ATÉ ELA CHORAR”
“VOCÊ VAI FICAR NESTE GRUPO ATÉ VOCÊ CHORAR”
“CABELO DE MOVEDIÇA, CABELO DE MIOJO, CABELO DE MACARRÃO”
Ao ler esta matéria me despertou um sentimento de...







NOJO da Escola, DECEPÇÃO com Educadores despreparados para lidar com situações deste nível. Caberia um Projeto de imediato, pois o  o mesmo deve ser criado a partir das problemáticas da comunidade escolar. Negar a ajuda de um Sociólogo é reforçar e reconhecer a própria incapacidade da Instituição em lidar com o assunto.Decepcionada!!!!!!!!! 
    Mas certamente, a Escola ( se é que pode ser chamada assim), não deve estar interessada em resolver os problemas, para não magoar os seus "clientes racistas".

       Talvez algumas pessoas discordem de mim, mas ainda sou aquela brasileira sonhadora. NÃO ACREDITO NA EDUCAÇÃO PRIVADA.Sou Pedagoga e a minha filha POR MINHA OPÇÃO estuda em Escola Pública.Respeito todos os profissionais, mas a nível de preparo os profissionais da Escola Pública estão melhor preparados, pois passam por um concurso público criterioso.Algumas Escolas Privadas, por questões financeiras, contratam estagiários para atuarem quais professores da área do conhecimento quem nem sequer dominam. Ademais a escola pública é mesclada, não é composta de grupinhos de "condomínio" apenas. Ela deve e abraça a todos. Afinal a diversidade deve haver. Problemas há, inclusive a greve. Mas se os pais forem conscientes podem sim, junto com os professores exigir posição dos governantes em forma de diversos manifestos. O problema é que no nosso país, ao contrário dos países desenvolvidos, as pessoas mesmo sem poder, optam pelo ensino privado, acreditando estar protegendo os seus filhos e lhes dando um ensino de qualidade. A Educação engloba muito mais do que a sistematização dos conteúdos , ela é ampla e deve atender as necessidades da comunidade da vida, das relações sociais,ambientais,etc. O ensino parte desde a educação familiar. Atribuir apenas a escola este papel e renunciar a educação primária é causar problemas como este, onde certamente os pais não vinham observando o comportamento racista dos seus filhos, ou talvez não cultivassem os valores de respeito ao próximo, ficando difícil para os filhos compreenderem isto. A Escola por sua vez, diminuiu a importância da situação pois certamente a sua visão não condiz com uma Instituição séria preocupada em discutir e abrir estes temas para a Comunidade Escolar, pois o conteúdo sistematizado é mais importante. Deveria divulgar o nome da mesma para a mídia. 

    quinta-feira, 14 de maio de 2015

    Só damos o que temos...



    Mas que tolice esta minha!
    Como posso imaginar que posso esperar ou exigir algo de alguém? Se só damos o que temos? Já diz a Bíblia: " O coração é a sede de todas as motivações." Corações ocos, cheios de nada e vazios de tudo, o que podem oferecer? NADA. É tolice sim, esperar boa vontade, boas palavras, bons modos, boa educação, boas ações, entre outras bondades,i.e, não bondades, ações conscientes, de quem não cultiva estes valores. Como pode um pé de laranja oferecer maçã? A menos que, por processos científicos, diante da minha limitação nesta área, possam fazer esta alteração. De qualquer forma, seria um processo nada natural, forçado e artificial. Isso acontece quando forçamos a nossa natureza,porém, bons hábitos, segundo pesquisas, levam vinte e um dias para serem criados e mantidos. Então, entraria ai a questão do querer, do querer melhorar como pessoa e criar estes bons hábitos. Encher a mente com coisas boas, que edifiquem, para que esta abundância, do coração, faça a boca falar e nos dê motivação para ações positivas. Acredito e sei que este mundo  precisa muito disto. Encher os seus corações. Não ficar repetindo dogmas, doutrinas, como mantras apenas.Nada contra, cada um segue o que acredita. Mas a pergunta é: Como uma sociedade que respira religiosidade, pois para todos os cantos que olhamos, vemos templos, igrejas, congregações religiosas e o mundo, país continua a piorar? Como tantas pessoas ao nosso redor sofrem a injustiça de não serem ouvidas em seus lamentos? Como? Mentes anoréxicas e egos obesos que carregam, como os fariseus da época de Cristo, caixinhas de textos em suas testas para aparentarem serem doutores do conhecimento religioso, alargavam as orlas de suas vestes pois quanto mais longa, maior era santidade( assim representavam). 

    " Mãos que ajudam, são mais santas do que lábios que rezam."
    " Só damos o que temos."

    quarta-feira, 13 de maio de 2015

    Me ame ou me deixe..



    Olhe para mim e me sinta.
    Sinta meu amor, meu olhar,
    que não precisa de explicação alguma.
    Descomplico qualquer coisa,
    não tenho medo de ousar
    porque sou segura quanto ao que sinto.
    Sinto a tua presença forte demais em minha vida
    Quero viajar, acompanhada contigo nesta emoção.

    É só descomplicar!

    Mas se não quer, me deixe de uma vez
    Sofrerei a dor da ausência da desesperança
    Da possibilidade de um encontro perfeito,
    sonhado e desejado.
    Me esquece de uma vez, para que a tua energia me abandone por completo.
    O teu cheiro, as tuas lembranças em mim, irem juntos com este querer.
    Se nada tens para me oferecer, me deixe a paz de não esperar nada mais.

    Me deixe, de verdade, não pensa mais em mim, não quero sentir teus pensamentos.
    Pois eles gritam e ecoam em mim.
    Se não queres viver esta emoção
    se negas e diz que o sentimento é fraco,inexistente
    deixa-me aqui...
    tentarei desviar o meu olhar e abri-los  para quem realmente
    sente por mim o que desejo tanto: ser amada, sem medo, sem reservas.


    Iracema Correia



    Chikungunha e ser só...



    Picada miserável esta que recebi. Há 11 dias enfrentando cada dia um sintoma mais chato que o outro. Febre, dores, dores muito fortes que somados as dores da fibro, fazem um pacote completo de milhas para uma viagem alucinante.Só agora consegui chegar até a net para desabafar. Agora...toda empolada, até as articulações, moleza, cansaço, falta de ar...etc. Mas a picada que mais me doe agora é a picada da realidade nua e crua, de saber que apesar de tentar ser compreensível com as pessoas  que se dizem amigas, ter alguém que cuide de mim é complicado. Não que não esteja ao redor de pessoas pois não moro no mato, moro numa região metropolitana. Mas é uma pena constatar que os problemas meus são só meus e que eu os resolva. Não é por estar longe dos parentes, pois não faz muita diferença, afinal depois terei que pagar o preço pelos favores prestados ( tô pouco me lixando para os julgamentos, a verdade é esta.).É lamentável eu ter, que mesmo me sentindo mal , suando gelado, me arrastar para fazer o alimento para mim e a minha filha. Só por ela, pois por mim, passava o dia dormindo. É muita falta de humanidade, tá todo mundo tão ocupado. É tanta desculpa para passar o dia na casa de alguém ou trazer um prato pronto para facilitar os dias de convalescênça de um amigo,Quer dizer: Amigo ou conhecido? As pessoas aparecem de montão num enterro, mas se esquecem de visitar o pós enterro, aquele momento em que o enlutado está só e chora pela ausência do ente amado.A impressão que se dá é que os favores prestados precisam ser notados, por descargo de consciência. É muito triste, mesmo, está só num mundo com bilhões de pessoas. É muito triste ouvir as pessoas dizerem que gostam de você e na hora que você precisa de mais atenção, malmente aparecem ou sequer ligam e quando ligam é para se justificar da ausência.Acho que muita gente suporta certas companhias, por medo da solidão, pois ela é feia. O PROBLEMA É SOLIDÃO, MESMO ACOMPANHADA. Como é triste se sentir doente, fragilizado e perceber o quanto não somos queridos, importantes. Se eu morrer, enterrada serei e após isto, vida que segue.Para onde vai esta humanidade meu Deus?

    Muito triste
    Iracema Correia

    quarta-feira, 6 de maio de 2015

    ALÉM DO SOFRIMENTO FÍSICO, PACIENTES COM FIBROMIALGIA ENFRENTAM A DESCONFIANÇA DE FAMILIARES E ATÉ DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE




    As sobrancelhas, o vermelho das vestes, as flores no cabelo e a experiência de dor são marcas indissociáveis de Frida Kahlo. Seu autorretrato com pregos perfurando todo o corpo, A coluna quebrada, um dos seus quadros mais famosos, é também indício de que a artista mexicana sofria de fibromialgia. Na tentativa de explicar os motivos para a dor crônica que acompanhou a artista durante anos, alguns autores sugerem que Frida sofria de fibromialgia pós-traumática, caracterizada por dor generalizada persistente, fadiga crônica, distúrbios do sono e pontos dolorosos em regiões anatômicas bem definidas. Esse conceito de fibromialgia, tal como entendido atualmente, provavelmente não era disseminado entre os médicos do século 20(...)


    Além disso, há fatores externos que influenciam a transmissão e a sensação de dor. O estado emocional e o frio são alguns deles. A depressão, por exemplo, pode ser uma das consequências da fibriomilgia, como em tantas outras doenças crônicas, mas também o gatilho que faltava para desencadear um quadro de fibromialgia na pessoa geneticamente predisposta. Segundo Heymann, a saúde emocional tem influência direta em todas as doenças, não só na fibromialgia. "Quantas pessoas têm picos de hipertensão porque ficaram nervosos e ansiosos, por exemplo? Mas na fibromialgia, pelo fato da dor ser subjetiva, a influência que a emoção exerce na sua intensidade muitas vezes gera preconceito. O fato é que uma pessoa deprimida efetivamente sente mais dor que a população normal, pois sua sensibilidade dolorosa encontra-se exacerbada. Dessa forma, fica fácil entender que a depressão piora os quadros de fibromialgia”, explica.(...)

    No artigo Arte e dor em Frida Kahlo, de 2014, Rodrigo Siqueira Batista e coautores buscam, na biografia e obra da artista mexicana, interseções entre sua arte e experiências de dor. Para os autores, em A coluna quebrada, na qual ela se retrata usando o colete de aço para controle do quadro de dor, os pregos encravados em seu corpo nu traduzem um infindável martírio. "O corpo de Frida está dividido, sangrando, pregado e isolado, transparecendo pois, o suplício físico que nunca a abandonou ao longo da vida.” No filme Frida, de 2003, em um dos diálogos, ela chega a dizer: "Nem lembro como era antes da dor”. A solidão, metaforizada pela paisagem desértica, reforça o sofrimento. O corpo aberto é uma referência às várias cirurgias às quais se submeteu para reparar a coluna, sem melhoria de suas queixas. Já os pregos fincados sugerem os típicos pontos dolorosos da fibromialgia. Para os pesquisadores, essa hipótese explicaria a dor crônica e a fadiga profunda experimentadas pela pintora.


    Fonte: http://reumatoguia.com.br/interna.php?id=1981&cat=92&menu=2692

    segunda-feira, 4 de maio de 2015

    Três erros...


    Sorrir mais...





    Tenho tentado me estressar menos, sorrir mais. Carregar menos o mundo nas costas, dormir em paz. Me esforço para tirar a tensão dos ombros, relaxar completamente.
    — Clarissa Corrêa

    CALÚNIA, INJÚRIA E DIFAMAÇÃO



    Como lidar com situações onde até dentro do seio da família encontramos atitudes como estas? Como conviver no trabalho diariamente e ter que encarar estes comportamentos mesquinhos? Como não adoecer? Quem tem que adoecer é quem pratica, não eu, mas por ser sensível demais e não tolerar estes tipos de coisas, adoeço mesmo. Este texto de Carlos Hisldorf é interessante e tranquilizador.

    "REFLEXÃO DO DIA: Inveja, calúnia e difamação
    Quem nunca sofreu com calúnia, difamação, inveja?
    Calúnia e difamação são frutos de mentes e corações distantes do amor e do bem. São as armas prediletas para atacar as pessoas de bem. Pessoas más inventam, aumentam, distorcem e fazem tudo para tentar sujar a imagem de seus desafetos.
    Essa prática é mais comum do que imaginamos. A fofoca é um exemplo. Raramente uma fofoca é fiel à realidade, vem sempre associada à maldade e à inveja.
    Como lidar com estas situações?
    - Se as pessoas para as quais forem ditas calúnias a seu respeito, conhecem bem você, não faça nada. O caluniador está passado seu próprio atestado de mau caráter.
    - Quanto às pessoas que não conhecem você tão bem, explique-se somente àquelas que merecem sua consideração e estão diretamente envolvidas com você.
    - No trabalho, justifique-se somente com as pessoas às quais você responde hierarquicamente e amigos verdadeiros. Esclareça as calúnias. Mantenha tudo na esfera profissional, trate dos fatos, não das pessoas caluniadoras.
    E lembre-se:
    1. Nada do que disserem a seu respeito poderá diminuir o seu real valor. Ninguém pode fazer você se sentir inferior sem que você permita.
    2. O tempo é o maior aliado da verdade. Nenhuma mentira, calúnia ou difamação resiste à ação do tempo!
    3. Sua melhor resposta é sua história de vida. Pratique a virtude, faça o bem. Nada poderá destruir esse patrimônio!
    Paz e Alegria,
    Carlos Hilsdorf "
    Página Oficial: Carlos Hilsdorf