quinta-feira, 27 de abril de 2017

Não entendi nada Edu.






Eu tô pensando na fragilidade da vida. Sempre penso nisto. Somos uma bruma. Uma partícula de pó. Acordamos e do nada vamos embora desta vida sem ao menos pedir permissão aos amigos, aos parentes, enfim. Tem dois meses só que conheci uma pessoa, meu vizinho que sofria de esclerose múltipla. Uma pessoa que não sabia a força que tinha. Que poderia ir mais além. Parece que se entregou e eu sempre dizendo: " Levanta Eduardo! Vai caminhar na rua com o teu andador! Vai pro sol, vai caminhar "homi"! E ele: " amiga eu preciso de uma namorada" E eu dizia: " Se namora primeiro, cuida de você, se ama vai. Depois as pessoas vão te amar." Ele: casa comigo amore! 😕😮 Eu: Eduardo, ia ser dois tronxos . Eu com Fibromialgia e tu com Esclerose Múltipla. Olha que casal sensacional! 😣😣E ele:" Ia dar certo amiga! "😂😂😂 Como se eu fosse a única mulher que ele pedia pra casar. Ele fingia que eu era e eu fingia que acreditava!!! O negócio dele era namorar. Só esqueceu de ter um caso de amor consigo mesmo. Então hoje ele acorda e depois vai embora sem ao menos me dar a chance de ver ele enamorado por si próprio. Parece que desistiu dele mesmo😕. Eu não queria te ver assim Eduardo, pálido, deitado na cama. Puxa!!! Em dois meses eu tive  a oportunidade de conhecer meu vizinho que pegava minhas correspondências e me ligava avisando. Não sabia Eduardo que você ocupava tanto espaço assim. Aos 41 anos você   partiu, não disse adeus. Não entendi nada viu! Só tive tempo de te conhecer e perceber que você poderia fazer mais por você mesmo! O vazio ficou. E agora? Quem vai pegar minhas correspondências?  😕

Uma homenagem à Eduardo 17\08\75 a 27\04\2017 , filho de Edna e do finado Topo Gigio. Muito conhecido  na cidade de Camaçari,BA. Coração apertado viu!😕 Escrever me ajuda a expurgar o sentimento ruim.😕

A gente leva da vida a vida que a gente leva. Aproveitar-se bem das pessoas. Não, não é se aproveitar, sugar do outro a sua energia. É superior demais o que falo. É simples também.  Senta do lado dela e conta "causos". Come amendoim torrado e conversa até tarde. Ri pra caramba, em frente a fogueira feita na frente da porta. Cria uma intimidade saudável. Alimenta isso sempre. Não sempre que puder. SEMPRE pode. Até o" bom dia fulano, dormiu bem?" Já faz uma diferença e tanta. Larga este celular e vai conversar face a face. Caminha! Anda! Levanta! Vai! Ta esperando o quê?

Iracema Correia


Nenhum comentário: