segunda-feira, 17 de abril de 2017

É preciso falar de abuso sim!





É preciso falar de abuso sim. Principalmente do abuso psicológico que não raro culmina com o abuso físico. Pessoas são assediadas a todo tempo. Digo, pessoas, sem distinção. Ainda vivemos numa sociedade que não tem sensibilidade e percepção para exercer a empatia. Mulheres acusam mulheres de serem culpadas pela agressão que sofreram, por parte de algum sem noção. Eu tô chocada e com a garganta apertada ao ver nas redes sociais o quanto a sociedade pratica o bullying livremente. Crianças expostas em vídeos onde as pessoas dizem que “se fossem seus filhos” ( sabe-se lá 😕), saberiam como disciplinar. E daí uma enxurrada de comentários grotescos e sem noção.
Cito muitos comportamentos agressivos: ofensas entre colegas de trabalho, filhos ou filhas que são espancadas por irmãos, até com o aval dos pais, mulheres no parto que são tratadas com desdém, tendo que ouvir deboches do tipo: “ Na hora de fazer o filho, ninguém reclamou”, muito comum estes comentários por parte de pseudo profissionais de saúde. Acreditem, onde há um relacionamento abusivo, não importa qual, mãe com filho, entre supostos amigos,entre irmãos, namorados, patrões e empregados, etc., a pessoa vive com sentimento de culpa e angustiada, enquanto a outra pessoa o confunde o tempo todo, lhe chamando de problemático até maluco, que se apropriam do seus problemas de saúde para vangloriar-se, apontando estes seus problemas como resultado da sua conduta "ruim", apropriando-se da sua vida, dos seus bens e até dos seus amigos. Quando tudo que você fala é alvo de rebaixamento, motivo para te envergonhar. Tá na hora de ligar o sinal de alerta pois quanto mais o tempo demorar, mais arraigará a dependência entre você e o agressor. Minando a sua autoestima e até lhe enlouquecendo.

As vezes é difícil notar que estamos em situações de exploração emocional, principalmente quando temos um histórico familiar de abuso, achamos até isto normal, por fazer parte da nossa rotina.Embora seja comum, não significa ser saudável. Quebre este ciclo o quanto antes. Procure uma terapia. Você vale muito mais do que acredita e do que lhe dizem. Evitando assim que você se torne amargo, infeliz ou até desenvolva doenças psicossomáticas decorrentes de tais pressões psicológicas. Lembremos: Comemos emoções, um dia o corpo precisará de espaço para por todos estes sentimentos ruins,e então cada órgão receberá seu pedaço de dor. Diz um texto bíblico: " O coração calmo é a vida do organismo carnal" Provérbios 14:30.

Iracema Correia

Nenhum comentário: